30.5.12

XILOS DE JOSÉ ALTINO

O gravador paraibano José Altino, foi selecionado com todos os trabalhos para a Bienal Naifs 2012 do SESC Piracicaba. Inscritos 268 artistas de 20 estados brasileiros, apenas 56 artistas foram selecionados.
O Juri foi composto por Juliana Braga, Marta Mestre, Paulo Klein e Edna Matosinho de Pontes.




José Altino de Lemos Coutinho (João Pessoa PB 1946). Gravador, pintor, ilustrador, professor, crítico. Estuda em João Pessoa com Arthur Cantalice e Gilvan Samico e em Salvador freqüenta o ateliê de Emanoel Araújo, nos anos 60. Em 1969, chega ao Rio de Janeiro, estuda na Escolinha de Arte do Brasil, frequenta a Escola Nacional de Belas Artes, onde assiste aulas de Adir Botelho. De 1970 a 1978, leciona gravura e participa de projetos da Escolinha de Arte do Brasil. Em 1979, volta para João Pessoa, trabalha como crítico de arte na imprensa e na Coordenação de Extensão da Universidade Federal da Paraíba. É presidente da Associação dos Artistas Plásticos Profissionais da Paraíba e assessor de artes plásticas da Secretaria de Cultura. Seu trabalho em xilogravura compreende a relação com a literatura de cordel. Em 1980, volta ao Rio e participa, no ano seguinte, do Grupo Armação Oficinas de Arte, Projeto Fotografia, Ponto de Vista da Criança, promovido por Kodak, Funarte e Ministério da Cultura. Retorna para João Pessoa.


Muitos gravadores hoje consagrados foram alunos de José Altino, dentre eles, Anna Carolina.

Parabéns Altino, você merece!!!!!





A Princesa do Miramar no Jardim , s.d.
xilogravura - 39,8 x 29,5 cm

3 comentários:

JOACIR ESTEVES disse...

Merecida lembrança, caro mestre André, o Altino deixou gravada sua influência na gravura do Rio de Janeiro, através de seus alunos , alguns hoje são referências como a nossa querida mestra Anna Carolina. Eu particularmente tive um breve mas intenso trabalho com a orientação do mestre Altino na Escolinha de Artes do Brasil , pelos idos dos anos 70. Fiqueimuito contente com a sua homenagem a este mestre da gravura que formou muito xilogravadores.

Márcia Mathias disse...

Adoro o trabalho do José Altino, escolha merecida! Pena que não poderei visitar a exposição.

Ulysses Bôscolo disse...

Imagens magníficas deste artista. Tive a chance de conhecer seu trabalho atrvés da gravadora Yili Rojas que fomentou, a um ano atrás, o Projeto da Caixa Umburana...